Última hora

Última hora

Cientistas testam líquido à prova de bala

Em leitura:

Cientistas testam líquido à prova de bala

Tamanho do texto Aa Aa

Os cientistas do Instituto Moratex de Tecnologias de Segurança em Łódź, na Polónia, estão a desenvolver uma armadura líquida que solidifica com o

Os cientistas do Instituto Moratex de Tecnologias de Segurança em Łódź, na Polónia, estão a desenvolver uma armadura líquida que solidifica com o impacto e protege de vários tipos de balas.

Point of view

O líquido pode ser usado em fatos de proteção muito mais maleáveis que os coletes à prova de bala tradicionais.

O fluido é colocado em bolsas numa peça de vestuário que protege o corpo, ao mesmo tempo que permite um grande leque de movimentos.

“Quando a bala atinge a roupa, o líquido absorve o impacto e impede danos nos órgãos. Trata-se de um líquido especial, que muda de acordo com a temperatura e a pressão: É um líquido diferente dos outros, porque a viscosidade muda de acordo com a força que é aplicada. Essa viscosidade consegue-se graças às partículas da estrutura líquida e assim forma uma barreira contra os corpos estranhos que tentam penetrar”, explica Karolina Olszewska, coordenadora do projeto.

Segundo os cientistas, esta tecnologia pode ser usada não só como proteção para militares ou membros das forças de segurança, mas também noutros campos, como o desporto, por exemplo.

O líquido pode também ser aplicado nos para-choques dos carros ou nos “rails” de proteção das estradas. Segundo os testes de laboratório, esta armadura consegue resistir a projéteis lançados a uma velocidade de 900 metros por segundo.