Última hora

Última hora

Le Pen, pai e filha: último round?

A autêntica “guerra das rosas” na família Le Pen pode transbordar para a vida política e afetar o futuro, não só do presidente honorário como do

Em leitura:

Le Pen, pai e filha: último round?

Tamanho do texto Aa Aa

A autêntica “guerra das rosas” na família Le Pen pode transbordar para a vida política e afetar o futuro, não só do presidente honorário como do partido Frente Nacional (FN).

Em 2011, Marine ganhou as eleições no partido, com mais de 65% dos votos, contra Bruno Gollnisch.

A imagem de concórdia, transmitida por pai e filha, no ato de sucessão está irremediavelmente perdida.

Marine Le Pen evitou sempre envolver-se nas polémicas do ex-candidato à Presidência da República de França (qualificou-se para a segunda volta), para não afetar as sondagens e as metas eleitorais que fixa. Agora, a rutura pode atingir contornos impensáveis, nomeadamente o afastamento oficial de JMP do partido – ele próprio admitiu, ao jornal de direita “Rivarol:http://www.lemonde.fr/politique/article/2015/04/07/jean-marie-le-pen-replique-a-sa-fille-dans-rivarol_4611212_823448.html “ que só se pode ser traído pelos familiares.

JMLP sempre assumiu e reiterou as provocações, como a que proferiu em 1987 e depois repetiu no Parlamento Europeu, 20 anos depois:

- “As câmaras de gás são um detalhe da história da II Guerra Mundial”, o que provocou a primeira “crítica pública de Marine Le Pen”: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=767036 .

JLP porvocou um novo escândalo com mais uma expressão infeliz , (afirmou que ia fazer uma “fornada”: http://www.publico.pt/mundo/noticia/jeanmarie-le-pen-diz-que-vai-fazer-uma-fornada-com-os-que-criticam-a-frente-nacional-1639202 com os críticos da Frente Nacional), que marcou oficialmente o início das hostilidades a nível interno do partido FN.

Era uma questão de tempo.
Marine vai polindo uma imagem do partido que já progride com as polémicas internas e JMLP não se reconhece na Frente Nacional gerida pela filha.

As mais recentes declarações sobre imigração demarcam a linha que divide as duas alas na Frente Nacional.

- Quando falo de imigração tento falar apenas de imigração e evitar personalizar o destino dos imigrantes. São pessoas que vêm de de países pobres para países que acreditam ser ricos, mas que o são cada vez menos, mas o movimento dos imigrantes é bastante natural.

A direção da FN agendou uma reunião para o dia 17 de abril, que deve confirmar oficialmente a rutura definitiva entre pai e filha. os analistas franceses avançam a hipótese de divisão no seio do próprio partido: Jean-Marie e a neta, Marion Marechal Le Pen, eleita na região do Vaucluse, são muito chegados e ela pode vir a herdar o seu eleitorado.