Última hora

Última hora

EUA: Prisão perpétua ou pena de morte para Dzhokhar Tsarnaev?

O co-autor dos atentados de Boston incorre na pena de morte ou na prisão perpétua depois de ter sido declarado culpado de todas as 30 acusações

Em leitura:

EUA: Prisão perpétua ou pena de morte para Dzhokhar Tsarnaev?

Tamanho do texto Aa Aa

O co-autor dos atentados de Boston incorre na pena de morte ou na prisão perpétua depois de ter sido declarado culpado de todas as 30 acusações contra ele, entre as quais a de “utilização de arma de destruição maciça”.

Ao final de 16 dias de julgamento, com mais de 90 testemunhas e mais de 11 horas de deliberações no tribunal de Boston, o júri de sete mulheres e cinco homens não reteve os argumentos da defesa de que Dzhokhar Tsarnaev teria agido sob influência do irmão.

Uma sobrevivente do atentado afirma, “claro que a vida continua e que esperamos todos o regresso à vida normal quando tudo isto tiver acabado. É um desfecho, mas vai ser difícil esquecer tudo o que se passou”.

Um habitante de Boston afirma, “penso que tomaram a decisão mais acertada. O tipo é obviamente culpado. E sobre a pena contra ele, não tenho uma opinião sobre se deve ser condenado à morte, mas acho que merece ou a prisão perpétua ou ser executado”.

O estado do Massachussets, onde decorre o processo, executou três pessoas nos últimos 27 anos.

Desde 1988 que a justiça federal, confrontada à mesma interrogação que pesa agora sobre Tsarnaev, optou em 66% dos casos pela prisão perpétua e em 34% das situações pela condenação à pena capital.

Os atentados de há dois anos em Boston, os piores desde o 11 de setembro de 2001, provocaram três mortos, ferindo mais de 264 pessoas, na linha de chegada da maratona anual da cidade.