Última hora

Última hora

EUA: Testemunha que filmou homicídio de um negro por um polícia revelou a sua identidade

A testemunha que filmou o assassinato de um afro-americano por um polícia branco revelou a sua identidade. O tiroteio ocorreu no sábado, na cidade de

Em leitura:

EUA: Testemunha que filmou homicídio de um negro por um polícia revelou a sua identidade

Tamanho do texto Aa Aa

A testemunha que filmou o assassinato de um afro-americano por um polícia branco revelou a sua identidade. O tiroteio ocorreu no sábado, na cidade de North Charleston, mas o vídeo só foi divulgado na terça-feira. As imagens conduziram à acusação do agente por homicídio e consequente despedimento.

Feidin Santana registou o momento em que Michael Slager dispara oito vezes sobre Walter Scott, atingindo-o mortalmente nas costas com cinco balas. A testemunha explica que deu o vídeo à família da vítima porque se estivesse no seu lugar queria conhecer a verdade e confessa que teve muito medo enquanto estava a registar as imagens com o telemóvel porque a polícia deu conta da sua presença.

North Charleston é uma cidade do estado da Carolina do Sul onde cerca de metade dos 100 mil habitantes são negros e um terço do orçamento é consagrado à polícia. Para os residentes afro-americanos esta morte e o vídeo são uma prova clara do ambiente de assédio racial que se vive na localidade e no sul da América. A detenção e acusação do agente serenaram um pouco os ânimos e evitou confrontos. Michael Slager arrisca a pena de morte.