Última hora

Última hora

Clima de contenda no interior do grupo Volkswagen

Em leitura:

Clima de contenda no interior do grupo Volkswagen

Tamanho do texto Aa Aa

O clima de crise abateu-se no seio da liderança da Volkswagen e promete agravar-se. Em causa está uma guerra de poder, que envolve os nomes de Ferdinand Piëch e Martin Winterkorn.

Piëch, o presidente do maior fabricante de automóveis da Europa, sugeriu, numa entrevista, ter perdido a confiança em Winterkorn, atual CEO do grupo Volkswagen (VW).

Winterkorn pretende renovar o contrato em dezembro de 2016.

A opinião de Piëch parece esbarrar, no entanto, na do primo Wolfgang Porsche, presidente da ‘holding’ Porsche SE, que detém uma participação de 50,7% no grupo VW.

No domingo, Porsche disse que as declarações de Piëch “representam a sua opinião pessoal, cujo conteúdo e substância não foi acordado com a família”.