Última hora

Em leitura:

Como conseguir financiamento para um filme de animação?


cinema

Como conseguir financiamento para um filme de animação?

Em parceria com

Centenas de profissionais do mundo do cinema juntaram-se em Lyon para o Cartoon Movie. O evento é uma oportunidade para obter financiamento para os filmes de animação. A edição 2015 reuniu 750 profissionais do setor audiovisual. Foram apresentados 60 projetos de vários países.

“A notícia mais importante este ano é o facto de muitos produtores de documentários e de filmes de ação terem começado a fazer filmes de animação. Há temas novos e teremos mais filmes de animação para adultos”, afirmou Annick Maes, diretora do evento.

A produtora francesa Les Armateurs apresentou o projeto “As andorinhas de Cabul”. A ação do filme desenrola-se no Afeganistão sob dominio dos talibãs. O filme aborda os temas do radicalismo islâmico numa sociedade dominada pela violência e pela hipocrisia.

“Há uma cortina de ferro imposta pelos talibãs mas além disso existem indivíduos. Como fio condutor temos duas histórias de amor”, disse o produtor Yvan Rouveure.

O fotógrafo francês Joseph Breitman optou por uma abordagem documental e autobiográfica para conceber “Mister Wu”. A animação conta a história de um fotógrafo que viaja pela China com um guia chinês nos anos 80.

“Queria contar a relação psicológica e humana entre dois homens e entre duas culturas muito diferentes. Este filme híbrido inclui filmagens com atores reais, animações e as minhas fotografias”, contou o fotógrafo.

A produção franco-belga e holandesa “Cafard” desenrola-se durante a primeira guerra mundial. A animação conta a história de um campeão de Wrestling e da filha que é raptada por soldados alemães. O pai promete vingança.

“É importante que estas histórias possam ser contadas através da animação, para um público adulto. Penso que há um grande potencial nesta área” sublinhou o realizador Jan Bultheel.

“Ma vie de courgette” é uma produção franco-suíça realizada em ‘stop motion’. A história gira em torno de um menino que vive num orfanato. O projeto tem um orçamento de seis milhões de euros e já tinha sido apresentado em edições anteriores do Cartoon Movie.

“Song of the Sea” é uma das produções terminadas e apresentadas durante o evento. O filme foi candidato aos Óscares deste ano e inclui animações pintadas à mão. O produtor e realizador explicou a cronologia do processo de produção.

“Em 2009, apresentámos o projeto para conseguir financiamento. Mostrámos o nosso filme anterior “The Secret of Kells” e o novo projeto. Voltámos outra vez para mostrar o trabalho feito e finalmente regressámos este ano para mostrar o filme acabado. É fantástico”, contou o produtor Tomm Moore.

“As reações não podiam ter sido melhores. As críticas foram fantásticas desde o início, quando o filme foi apresentado em Toronto. O jornal LA Times escreveu duas críticas, incluindo uma crítica durante a semana dos Óscares. As reações foram boas”, acrescentou o produtor Paul Young.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

'In the Crosswind': o primeiro filme corajoso e inovador de um jovem realizador estónio