Última hora

Última hora

Finlândia: Eleições poderão abrir as portas do poder aos eurocéticos

Em leitura:

Finlândia: Eleições poderão abrir as portas do poder aos eurocéticos

Tamanho do texto Aa Aa

A Finlândia prepara-se para virar ao centro nas eleições legislativas deste domingo.

Segundo as sondagens, o partido centrista de Juha Sipila deverá arrebatar o maior número de votos, depois de ter deixado a porta aberta a uma coligação com o principal partido eurocético.

Uma mudança radical face ao executivo de coligação liderado pelo primeiro-ministro cessante, o conservador pró-europeu Alexander Stubb, que poderá ficar em segundo lugar, quase empatado com os ultranacionalistas do Partido dos Finlandeses.

Stubb e a sua coligação de bloco central deverá pagar nas urnas os custos de uma economia em recessão há três anos face ao aumento da dívida pública.

Uma eleitora afirma, “a prioridade do próximo governo tem de ser a redução da dívida pública e mais economias e garantir que todos temos um emprego que é lucrativo e que as pessoas não tenham que ficar em casa, desempregadas”.

À semelhança do atual governo, o próximo executivo deverá necessitar de longas discussões para formar uma coligação.

Os centristas afirmam-se prontos a convidar os eurocéticos a juntar-se ao executivo, uma situação que deverá levar os restantes partidos, incluindo os sociais-democratas, a optar pela oposição.