Última hora

Última hora

Imigração ilegal: Líbia pede ajuda

Ponto de partida para milhares de pessoas rumo à Europa, a Líbia pede ajuda para travar o fluxo crescente de imigrantes clandestinos. Este centro de

Em leitura:

Imigração ilegal: Líbia pede ajuda

Tamanho do texto Aa Aa

Ponto de partida para milhares de pessoas rumo à Europa, a Líbia pede ajuda para travar o fluxo crescente de imigrantes clandestinos.

Este centro de retenção na cidade costeira de Misrata acolhe atualmente cerca de 1000 pessoas, oriundas, maioritariamente, de países da África subsaariana.

“Se o governo não intervir de forma efetiva, se as organizações humanitárias e as nações afetadas não se unirem no combate à imigração ilegal e não nos ajudarem facultando os recursos necessários receio que venhamos a ser confrontados com uma enorme crise humanitária” refere Saleh Abu Dabbous, diretor do centro de detenção de Misrata.

A instabilidade política nos países de origem e as promessas de uma vida melhor leva a que muitos deixem tudo para trás.

“Vivia a estudava na Somália, mas como o meu país está em guerra decidi ir para a Europa” refere Abdel Rashid Ali Nour.

Um sonho adiado pelo menos para já. O caos na Líbia e a ausência de medidas por parte da União Europeia continuam a favorecer o negócio dos traficantes de seres humanos.