Última hora

Última hora

O fim do jejum do PSV Eidhoven

Nesta edição, começamos com as celebrações do PSV Eidhoven que, ao final de 7 anos de jejum, voltou a provar o sabor do título, destronando o Ajax, rei incontestado nas últimas quatro épocas na Holand

Em leitura:

O fim do jejum do PSV Eidhoven

Tamanho do texto Aa Aa

Nesta edição, começamos com as celebrações do PSV Eidhoven que, ao final de 7 anos de jejum, voltou a provar o sabor do título, destronando o Ajax, rei incontestado nas últimas quatro épocas na Holanda.

Point of view

Na segunda época à frente do PSV, o antigo médio internacional da Laranja Mecânica, Phillip Cocu, conquista o primeiro título da carreira de treinador

Eindhoven pintou-se de vermelho e branco para celebrar o 22.º título do PSV no campeonato holandês. Ao final de 7 longos anos em que conquistaram apenas uma taça e uma supertaça, os adeptos da equipa das margens do Dommel festejaram finalmente a vitória no campeonato quando ainda faltam 3 jornadas para o final da temporada.

A festa do título foi feita em casa, com uma goleada na recepção ao Heerenveen.

Na segunda época à frente do PSV, o antigo médio internacional da Laranja Mecânica, Phillip Cocu, conquista o primeiro título da carreira de treinador depois de ter protagonizado uma revolução, passando a utilizar prioritariamente jogadores formados nas escolas do clube, onde iniciou o percurso de técnico.

Luuk de Jong abriu o activo logo no terceiro minuto. Depois, foi Memphis Depay, de livre, a consolidar o estatuto de melhor marcador na Holanda ao apontar o 20 golo na liga.

O grande adversário de Depay neste campeonato particular é o companheiro de equipa e depois de o Heereenveen ter reduzido, de Jong bisou, marcou o seu 19.º golo e colocou o marcador em 3-1 a favor do PSV.

A confirmação da goleada chegou já nos últimos 2 minutos da partida com Luciano Narsingh a fazer o 4-1 final.

“Ases e aselhas”

A “guerra” de recordes entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi prossegue. Os astros de Real Madrid e Barcelona são os “ases” desta semana

O “Pulga”, Messi, marcou frente ao Valência o golo 400 com a camisola do Barcelona em jogos oficiais.

CR7 também marcou face ao Málaga. Pelo quinto ano consecutivo, o internacional português chega aos 50 golos na temporada, um recorde.

O “aselha” da semana é o Marselha. Terceira derrota consecutiva em França, o que deixa a equipa de Marcelo Bielsa no 4.º lugar com os mesmos pontos do Saint Etienne.

Neste dia…

Ainda naquilo que interessa no futebol – os golos – recuemos 11 anos até ao dia em que Marc Burrows entrou nos anais ao estabelecer um recorde.

A carreira e a vida de Burrows extinguiram-se demasiado depressa. O inglês morreu com apenas 30 anos, vítima de doença incurável.

No dia 20 de Abril de 2004, a Federação Inglesa de Futebol creditou Marc Burrows com o golo mais rápido da história.

Burrows, na altura avançado num clube de uma divisão secundária, o Cowes Sports F.C., tinha marcado um golo quando estavam jogados apenas dois segundos e meio no encontro de 3 de Abril contra o Eastleigh F.C.

Antes do apito inicial, Burrows reparou que o guarda-redes adversário estava muito adiantado e quando deu o pontapé de saída, rematou directamente à baliza e a bola só parou no fundo das redes, muito graças à ajuda do vento.

Burrows nem celebrou, de tão espantado que ficou. O avançado acabou por conseguir um hat-trick na partida. O cancro roubou-lhe a vida em 2009. O seu recorde foi entretanto batido.

http://en.wikipedia.org/wiki/Fastest_goals_in_association_football

Prognósticos:

A Liga dos Campeões não podia faltar nos prognósticos em que raramente acertamos. Terça e Quarta-feira, ficamos a saber quem são as quatro melhores equipas europeias das temporada.

Na nossa opinião, avançam para as meias-finais: Barcelona, Porto, Real Madrid e Juventus.

*Barcelona 2-0 Paris Saint-Germain
Bayern Munich 2-1 FC Porto
Real Madrid 2-1 Atlético de Madrid
Monaco 1-1 Juventus*

Não se esqueça que pode partilhar as suas previsões nas nossas redes sociais através do hashtag #TheCornerScores

“Bloopers”

Fechamos, como habitualmente, com os vídeos dos momentos mais insólitos passados dentro das quatro linhas. Destas vez, viajamos até ao Chile, onde Johnny Herrera, guarda-redes do Universidade do Chile, foi o protagonista de um erro de principiante durante o encontro da Copa Libertadores frente ao Internacional Nilmar.