Última hora

Última hora

Yémen: Bombardeamento saudita provoca a morte de dezenas de civis em Sanaa

Uma gigantesca explosão em Sanaa provocou a morte de dezenas de civis, esta manhã, na capital do Iémen. A deflagração ocorreu depois de um

Em leitura:

Yémen: Bombardeamento saudita provoca a morte de dezenas de civis em Sanaa

Tamanho do texto Aa Aa

Uma gigantesca explosão em Sanaa provocou a morte de dezenas de civis, esta manhã, na capital do Iémen.

A deflagração ocorreu depois de um bombardeamento aéreo da coligação liderada pela Arábia Saudita ter atingido um depósito de mísseis Scud, na base militar de Faj Attan, cujos soldados de elite se aliaram à milícia Houti.

A onda de choque da explosão destruiu dezenas de casas em redor do quartel onde se situa o palácio presidencial e várias embaixadas.

O ataque, que teria provocado pelo menos 30 mortos e mais de 300 feridos, foi saudado pelo porta-voz da coligação militar saudita, o general Ahmed Asseri:

“Em termos de defesa anti-aérea podemos confirmar que entre 95 a 98% dos recursos da milicia Houti foram neutralizados, equipamentos que pertenciam antes ao exército do Yémen. Os combatentes dispõem neste momento apenas de artilharia de curto alcance que não vai afetar as nossas próximas operações”.  

O ataque ocorre num momento em que as milícias xiitas parecem perder o apoio dos militares fiéis ao antigo presidente Saleh. O líder dos rebeldes, Abdel Makel Al-Houthi, garantiu, no entanto, num discurso televisivo, que a população não vai ceder ao que considerou ser uma “agressão selvagem” da Arábia Saudita.

O comando militar da região junto à fronteira saudita tinha, no domingo, declarado o seu apoio ao atual presidente iemenita, no exílio, enquanto, ao nível político, a oposição defendeu publicamente um cessar-fogo no território, rejeitado até agora pelos Houtis.