Última hora

Última hora

Àfrica do Sul mobiliza exército e justiça contra violência xenófoba

As autoridades sul-africanas recorreram ao exército para tentar pôr fim à vaga de violência xenófoba que provocou sete mortos, este mês, no país. Os

Em leitura:

Àfrica do Sul mobiliza exército e justiça contra violência xenófoba

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades sul-africanas recorreram ao exército para tentar pôr fim à vaga de violência xenófoba que provocou sete mortos, este mês, no país.

Os soldados deverão assistir a polícia nos bairros pobres, como Alexandra em Joanesburgo ou na região de Durban, onde se iniciou a série de ataques contra imigrantes de outros países africanos.

O anúncio foi feito pela ministra da Defesa, em Alexandra, horas depois de um casal do Zimbabué ter sobrevivido a um novo ataque.

A ministra garantiu que, “o exército será mobilizado para apoiar o trabalho da polícia e que as decisões do exército serão acompanhadas de perto pelo parlamento. O recurso aos militares é necessário, antes de mais, porque estamos face a uma crise”, afirmou Nosiviwe Mapisa-Nqakula.

Ao mesmo tempo, quatro sul-africanos acusados de apunhalar até à morte um cidadão moçambicano, no fim de semana, no bairo de Alexandra, compareceram esta terça-feira em tribunal.

Os indivíduos deverão permanecer detidos até ao início do processo previsto para 4 de maio.

Mas, apesar da tímida manifestação de solidariedade no exterior do tribunal, a reação das autoridades não parece travar o fluxo de imigrantes que abandona o país nos últimos dias.

Cerca de 900 já pediram para ser repatriados.