Última hora

Última hora

EUA reforçam posição no Iémen

Os Estados Unidos enviaram um porta-aviões e um cruzador lança-mísseis para o Iémen. A intensificação da presença norte-americana acontece na

Em leitura:

EUA reforçam posição no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos enviaram um porta-aviões e um cruzador lança-mísseis para o Iémen.

A intensificação da presença norte-americana acontece na sequência da escalada da violência no país. Os Estados Unidos dizem que os iranianos estão a armar e a apoiar os Houthis o que piora a situação no país.

Esta segunda-feira, um ataque aéreo da coligação liderada pela Arábia Saudita, à capital iemenita, matou pelo menos 25 pessoas e feriu quase 400. A explosão aconteceu próximo do palácio presidencial e de várias embaixadas.

No país a situação humanitária agrava-se. Centenas de pessoas, que fogem da guerra, estão refugiadas em Djibouti, um dos campos apoiados por organizações estrangeiras:

“As nossas equipas estão a apoiar dezenas de milhares de pessoas no Iémen, isto apesar da guerra, e estamos a dar ajuda alimentar às pessoas que estão a fugir do conflito”, adianta Chaliss McDonough do Programa Alimentar Mundial.

Segundo a Agência da ONU para os Refugiados o número de deslocados, dentro do país, é de mais de 360 mil. No total quase 660 mil iemenitas, entre os que continuam no país e os que estão refugiados noutros, fugiram da guerra.