Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Real Madrid e Juventus "tiram" meias-finais a Atlético e Mónaco

"Merengues" continuam na defesa do título, "Juve" regressa às "meias" 12 anosa depois; Bayern e Barcelona completam o lote de semifinalistas

Em leitura:

Liga dos Campeões: Real Madrid e Juventus "tiram" meias-finais a Atlético e Mónaco

Tamanho do texto Aa Aa

O Real Madrid bateu finalmente o Atlético de Madrid esta época e apurou-se esta quarta-feira à noite para as meias-finais da Liga dos Campeões. O AS Mónaco, por seu lado, não conseguiu dar à volta à derrota (1-0) de Turim, empatou a zero com a Juventus e viu esfumar-se o sonho de voltar 11 anos depois às meias-finais da prova.

No Santiago Bernabéu, Cristiano Ronaldo não marcou, mas foi dele o passe de “morte” para “Chicharito” Hernandez voltar a marcar no torneio de clubes mais importante da Europa (não marcava há 896 dias) e logo para apurar o Real Madrid para as meias-finais do torneio.

O golo surgiu aos 88 minutos, quando já todos no estádio esperavam por um prolongamento. Pepe e Fábio Coentrão, tal como Ronaldo, foram titulares nos “blancos”; Tiago também, nos “rojiblancos.”

Ao oitavo duelo desta época, os “merengues” conseguiram finalmente vencer o rival Atlético de Madrid, Foi o primeiro triunfo “blanco” desde a final da Liga dos Campeões do ano passado, na Luz. Antes, o Real já tinha perdido para o Atlético a Supertaça espanhola, sido eliminado da “Copa” do Rei e perdido os dois jogos para a Liga, alcançando apenas três empates, sempre em casa.

Também a Juventus segue na competição. O AS Mónaco, de Leonardo Jardim, contou com João Moutinho e Bernardo Silva no “11”. Os franceses dominaram todo o encontro. Os italianos remeteram-se a uma estratégia mais defensiva e de desgaste do adversário.

A tática de Massimiliano Allegri resultou. Os monegascos não conseguiram marcar. Valeu, neste jogo dos quartos-de-final, o golo do argentino Carlos Tevez, na primeira mão, para apurar os italianos. A Juventus regressa às meias-finais da “Champions” 12 anos depois.

Já apurados para as meias-finais estavam o Bayern Munique, que, na terça-feira, recebeu e goleou o FC Porto por 6-1, anulando claramente o 3-1 da primeira mão; e o FC Barcelona, que venceu por 2-0 na receção ao Paris Saint-Germain, já depois de ter vencido na primeira mão por 3-1.

O sorteio das meias-finais da Liga dos Campeões está agendado para a manhã de sexta-feira.

Processos disciplinares a Lopetegui e Guardiola

A UEFA instaurou, entretanto, processos disciplinares aos treinadores do FC Porto, Julen Lopetegui, e do Bayern Munique, Pep Guardiola, na sequência do jogo da segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões em futebol.

O organismo que rege o futebol europeu indica no seu sítio oficial na Internet que o processo instaurado a Lopetegui está relacionado com a sua expulsão do banco de suplentes do FC Porto, aos 89 minutos do encontro que a equipa alemã venceu por 6-1.

O treinador do Bayern Munique terá de responder por “conduta antidesportiva” – não especificada pela UEFA -, num processo que será julgado a 21 de maio pelo Comité de Ética Controlo e Disciplina do organismo.

O FC Porto, que tinha vencido por 3-1 na primeira mão, no Estádio do Dragão, foi derrotado por 6-1 na terça-feira, em Munique, o que ditou a eliminação da equipa portuguesa da principal prova europeia de clubes.

  • Com Lusa.