Última hora

Última hora

O Festival Internacional de Música Contemporânea do Azerbaijão celebra música dos séculos XX e XXI

Em leitura:

O Festival Internacional de Música Contemporânea do Azerbaijão celebra música dos séculos XX e XXI

Tamanho do texto Aa Aa

Qarayev é considerado o maior compositor do país. Nascido em 1918, o músico azerbaijanês foi aluno de Dmitri Shostakovich.

O Festival Internacional de Música Contemporânea Qara Qarayev, no Azerbaijão, celebra a música dos séculos XX e XXI.

Qarayev é considerado o maior compositor do país. Nascido em 1918, o músico azerbaijanês foi aluno de Dmitri Shostakovich. Compôs mais de cem obras e aderiu ao Dodecafonismo, um sistema musical em que as doze notas da escala cromática são tratadas como equivalentes

O festival decorreu em Bacu sob a direção artística do filho de Qarayev. “Ele já era um maestro famoso na União Soviética mas assumiu o risco de mudar o seu estilo musical e ensinar a técnica dos doze tons, uma música que não se ouvia nessa altura”, explicou Faraj Qarayev.

Qarayev seguiu de perto o trabalho do compositor austríaco Alban Berg, uma das grandes referências do dodecafonismo. Durante o festival, Farida Mamedova intepretou “O vinho” um concerto para soprano e orquestra composto por Berg em 1929.

“Foi muito interessante cantar esta peça, é uma obra muito difícil e que não é muito executada. Temos de cantar como se fossemos o próprio vinho. É a alma do vinho a falar. É uma imagem interessante e nós temos que criá-la”, explicou Farida Mamedova.

“O evento foi uma oportunidade para conhecer as criações de compositores azerbaijaneses contemporâneos. “É uma oportunidade para aprofundar as trocas artísticas e realizar ideias criativas e fazer coisas incríveis trabalhando com o próprio compositor”, disse a flautista Avital Cohen, do grupo suíço Ensemble Écoute.

A próxima edição do evento está prevista para daqui a três anos, por ocasião do centenário do nascimento do compositor.