Última hora

Última hora

Polónia põe fim a viagem de motociclistas russos

Um grupo de motociclistas russos foi, esta segunda-feira, impedido de entrar na Polónia. Os motards – 10 no total – partiram de Moscovo este sábado

Em leitura:

Polónia põe fim a viagem de motociclistas russos

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de motociclistas russos foi, esta segunda-feira, impedido de entrar na Polónia.

Os motards – 10 no total – partiram de Moscovo este sábado e dirigiam-se para Berlim para assinalar a vitória do exército soviético sobre as forças nazis em 1945. Um ato de heroísmo para os russos, mas não para os polacos.

“Estas pessoas não vão atravessar a fronteira. Cada uma vai receber um documento a dizer que não têm autorização para entrar na Polónia porque não foram respeitadas as condições para a entrada e permanência no país” afirma Dariusz Sienicki, polícia de fronteira.

Argumentos que não convencem os motards polacos. Os motociclistas mostram-se indignados e propõem completar a viagem até à capital alemã.

“É uma provocação estúpida e uma vergonha que as autoridades polacas e alemãs estejam a criar um problema tão grande só porque alguns motociclistas querem ir a Berlim. Estão a comportar-se como se a III Guerra Mundial tivesse começado“adianta o motociclista polaco e realizador Konrad Newolski.

Certo, é que a guerra de palavras já começou. A chefe de Governo polaca encara a iniciativa promovida pelo grupo Lobos da Noite, próximo de Vladimir Putin, como uma provocação. A diplomacia russa mostra-se indignada e acusa a Polónia de utilizar “falsos argumentos” para impedir a entrada dos motociclistas russos no país