Última hora

Última hora

Escalada de tensão entre Teerão e Riad, depois do bombardeamento de Saná

Sobe a tensão entre o Irão e a Arábia Saudita, depois dos ataques aéreos das forças da coligação árabe ao aeroporto da capital do Iémen.

Em leitura:

Escalada de tensão entre Teerão e Riad, depois do bombardeamento de Saná

Tamanho do texto Aa Aa

Sobe a tensão entre o Irão e a Arábia Saudita, depois dos ataques aéreos das forças da coligação árabe ao aeroporto da capital do Iémen.

O bombardeamento, que destruíu a pista do aeroporto de Saná e incendiou um avião da companhia aérea iémenita Felix Airways, visava impedir a aterragem de um avião iraniano, segundo o porta-voz da coligação militar saudita, o general Ahmed Asseri.

A pista do aeroporto ficou inutilisável para voos de ajuda humanitária que estavam previstos.

O governo iraniano já reagiu e promete uma resposta. Condenando o bloqueio saudita à ajuda humanitária à população do Iémen, o Vice- ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano para os Assuntos Árabes e Africanos, Hossein Amir-Abdollahian, fez saber que a operação militar saudita terá uma resposta adequada, informou o canal iraniano Press TV.

Ainda segundo o canal Press TV, o chefe do Estado-maior das forças armadas do Irão, o general Hassan Firouzabadi, considerou que o regime saudita merece um “castigo severo” pelos ataques militares contra a nação iémenita.

Em declarações ao Press TV, o piloto do avião iraniano que os ataques da coligação saudita impediram de aterrar em Saná disse que transportava 10 toneladas de medicamentos e 13 médicos.

De acordo com o capitão Behzad Sedaqatnia, o avião civil que pilotava tinha obtido a autorização necessária de Omã e do Iémen para entrar no espaço aéreo iémenita.

A Arábia Saudita iniciou a 26 de março ataques aéreos contra o Iémen, sem um mandato das Nações Unidas, para combater o movimento rebelde xiita huthi Ansarullah e restaurar o poder do presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, aliado de Riad.