Última hora

Última hora

Ucrânia: Controlado o fogo florestal em Chernobyl

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Iatseniuk, assegurou que o incêndio florestal que deflagrou na terça-feira perto de Chernobyl está controlado

Em leitura:

Ucrânia: Controlado o fogo florestal em Chernobyl

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Iatseniuk, assegurou que o incêndio florestal que deflagrou na terça-feira perto de Chernobyl está controlado e não representa uma ameaça para a central, cenário em 1986 do pior acidente nuclear civil.

“O nível de radiação está dentro da normalidade. O nível máximo de segurança é 50 micro Roentgen, e na na zona de exclusão é atualmente de 21, no máximo, e em Kiev apenas 11”, afirmou Iatseniuk.

Após o acidente de Chernobyl foi criada uma zona de exclusão de 30 quilómetros à volta da central nuclear acidentada. No limite dessa zona fica a pequena aldeia de Dityatki.

“Vimos o fumo e o fogo daqui. Qual foi o aumento da radiação, ninguém sabe”, disse um habitante.

Cerca de 200 bombeiros participam no combate ao incêndio, apoiados por três dezenas de veículos, aviões e helicópteros de combate a fogos.

O chefe da Comissão para as Situações de Emergência disse que os bombeiros localizaram 15 focos de incêndio, o que sugere uma origem criminosa ou negligente.

“As equipas de socorro já retiraram a população que vivia na zona de exclusão de Chernobyl. Neste momento o fogo está controlado. Na aldeia de Dityatki, o nível de radiação é normal e seguro, de acordo com responsáveis da Comissão para as Situações de Emergência”, sublinhou Dmytro Polonsky, da Euronews, em Dityatki.