Última hora

Última hora

Nepal: mais de 100 corpos resgatados a norte de Katmandu

Entre cânticos e orações os nepaleses assinalam, esta segunda-feira, o nascimento de buda. Um aniversário que este ano serve, também, para lembrar os

Em leitura:

Nepal: mais de 100 corpos resgatados a norte de Katmandu

Tamanho do texto Aa Aa

Entre cânticos e orações os nepaleses assinalam, esta segunda-feira, o nascimento de buda. Um aniversário que este ano serve, também, para lembrar os mais de 7 mil mortos retirados dos escombros.

O número exato de vítimas provocado pelo terramoto continua a ser uma incógnita. Fontes militares e organizações humanitárias admitem que possa chegar às 15 mil.

“Há muita gente a sofrer por causa do sismo. Por isso, vim aqui rezar” afirma uma jovem.

As autoridades anunciaram, entretanto, ter encontrado mais de uma centena de corpos numa aldeia, localizada 60 quilómetros a norte de Katmandu. Entre os mortos estão, pelo menos, sete estrangeiros. Ao que tudo indica as pessoas terão sido apanhadas por uma avalancha desencadeada pelo sismo de 25 de abril.

O terramoto que atingiu o Nepal e países como a China e a Índia reduziu a escombros várias localidades. As Nações Unidas estimam em cerca de 600 mil o número de casas destruídas ou danificadas.

Este fim de semana, as equipas de socorro resgataram três pessoas com vida, mas casos como estes são cada vez mais raros.

Fazer chegar água e comida aos sobreviventes que se encontram em zonas remotas é agora o principal objetivo do governo para evitar que a dimensão da catástrofe seja ainda maior.