Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Ronaldo marca mas é a Juventus quem festeja... para já

O português isolou-se como melhor marcador da história dao torneio. Os "bianconeri" partem em vantagem para a segunda mão, terça-feira, em Madrid

Em leitura:

Liga dos Campeões: Ronaldo marca mas é a Juventus quem festeja... para já

Tamanho do texto Aa Aa

A Juventus venceu esta terça-feira o Real Madrid, por 2-1, no jogo que abriu as meias-finais da presente edição da Liga dos Campeões.

Os “bianconeri” entraram muito fortes na partida e aos nove minutos chegaram ao golo, por Álvaro Morata, jogador que os italianos contrataram aos “merengues” em julho, por 20 milhões de euros. O avançado marcou em recarga a um remate de Tevez, defendido a custo por Iker Casillas. Morata não festejou o golo marcado ao clube onde se formou.

O Real Madrid reagiu de pronto e Toni Kroos colocou Buffon à prova. Ancelotti preferiu o reforço do meio campo com Isco a um tridente ofensivo, com “Chicharito” Hernandez entre Ronaldo e Bale, mas em desvantagem pediu à equipa para subir e Ronaldo começou a aparecer em jogo.

Aos 24 minutos, o português avisou e, aos 27, marcou mesmo. Trabalho de James Rodríguez pela direita, cruzamento de bandeja e Cristiano Ronaldo só teve de encostar da cabeça para o empate. Foi o nono golo do português na presente edição da prova e que lhe permitiu isolar-se como máximo goleador na história da Liga dos Campeões, agora com 76 golos — mais um que Messi, que entra em campo esta quarta-feira, diante do Bayern de Munique.

Sobre o intervalo, o Real voltou a cheirar o golo. Isco cruzou da esquerda e coube, desta feita, a James Rodríguez o cabeceamento, mas a bola bateu com estrondo na barra.

Na segunda parte, a “Juve” voltou a entrar bem na partida. Aos 58 minutos, Carvajal derrubou Tevez na área, grande penalidade que o argentino aproveitou para voltar a adiantar os anfitriões no marcador.

Ancelotti trocou Isco por Hernandez, mas o mexicano desta feita não conseguiu mexer com a equipa. A equipa de Massimiliano Allegri mostrou-se preparada para enfrentar um tridente ofensivo e deu pouco espaço ao ataque espanhol, passando a jogar em claro contra-ataque, colocando Casillas em sobressalto.

O jogo foi equilibrado, com oportunidades repartidas, maior posse de bola dos visitantes, mas num domínio algo consentido pelos anfitriões. No final, prevaleceu a vantagem “bianconera” no marcador. A segunda mão está marcada para a próxima terça-feira no Santiago Bernabéu, em Madrid.

Ficha de jogo
Juventus: Buffon; Chiellini (A), Bonucci (A), Lichsteiner e Evra; Marchisio, Pirlo, Arturo Vidal (A) e Sturaro (64’, Barzagli); Morata (77’, Llorente) e Tévez (85’, Pereyra).
Real Madrid: Casillas; Carvajal (A), Pepe, Varane e Marcelo (A); Sergio Ramos; Isco (63’, “Chicharito” Hernandez), Kroos e James Rodríguez (A); Cristiano Ronaldo e Gareth Bale (87’, Jesé).
Golos: Morata (9’) e Carlos Tevez (58’ gp); Cristiano Ronaldo (27’)