Última hora

Última hora

Charlie Hebdo divide PEN American Center

Segurança reforçada, em Nova Iorque, na entrega do prémio Liberdade de Expressão e Coragem do PEN American Center, este ano, atribuído ao jornal

Em leitura:

Charlie Hebdo divide PEN American Center

Tamanho do texto Aa Aa

Segurança reforçada, em Nova Iorque, na entrega do prémio Liberdade de Expressão e Coragem do PEN American Center, este ano, atribuído ao jornal satírico francês Charlie Hebdo.

A gala anual da associação literária norte-americana, esta terça-feira, ficou marcada pela ausência de seis escritores em sinal de protesto contra a escolha do semanário francês, que acusam de provocador e intolerante.

Uma postura que o presidente da associação diz não compreender.

“Poucas pessoas arriscam a vida para garantir que somos livres de assumir aquilo em que acreditamos. A equipa do Charlie Hebdo não desistiu e a entrega deste prémio reflete essa recusa em calar a voz face à violência” afirma o presidente do PEN American Center, Andrew Solomon.

O prémio foi entregue ao editor-chefe, Gerard Biard, quatro meses após o ataque em Paris.

“O Jean-Baptiste e eu estamos muitos orgulhosos de estar na entrega deste prestigioso prémio ainda que algumas pessoas considerem que isso não devia ter acontecido. Agradeço a todos aqueles que nos apoiaram” refere Biard.

A entrega do prémio ocorre poucos dias após um ataque num subúrbio de Dalas, no Texas, durante uma exposição de caricaturas do profeta Maomé. Um ataque reivindicado pelos radicais do Estado Islâmico