Última hora

Última hora

Desastre da Germanwings e greves pesam no prejuízo da Lufthansa

Em leitura:

Desastre da Germanwings e greves pesam no prejuízo da Lufthansa

Tamanho do texto Aa Aa

Os cortes na Lufthansa vão continuar, depois do anúncio de um prejuízo bruto de 167 milhões de euros no primeiro trimestre. Uma das principais medidas vai ser o fim da marca Germanwings, que vai fundir-se com a outra filial de baixo custo, Eurowings.

O grupo, que além da companhia de bandeira alemã inclui também a Swiss e a Austrian Airlines, está a sofrer os efeitos da queda do avião da Germanwings, devido a um alegado ato criminoso do copiloto, em março. As seis greves que a companhia viveu entre janeiro e março estão também a pesar nas contas e custaram à Lufthansa 42 milhões de euros.