Última hora

Última hora

Farkhunda inocentada depois de morta

Farkhunda de 27 anos foi brutalmente assassinada em Cabul, no Afeganistão, por um crime que não cometeu. A conclusão é do tribunal que julga os

Em leitura:

Farkhunda inocentada depois de morta

Tamanho do texto Aa Aa

Farkhunda de 27 anos foi brutalmente assassinada em Cabul, no Afeganistão, por um crime que não cometeu.

A conclusão é do tribunal que julga os crimes contra a segurança nacional e que, esta quarta-feira, condenou à morte por enforcamento quatro dos homens envolvidos no linchamento da afegã. Oito vão cumprir uma pena de prisão de 16 anos.

A mulher suspeita de ter ateado fogo a um exemplar do Alcorão foi espancada, em março em plena capital afegã perante o olhar passivo da policia e da população. A jovem foi depois queimada, mas não se sabe se na altura já estaria morta.

O caso gerou uma onda de contestação no país e o chefe de Estado prometeu tudo fazer para esclarecer o caso.

No total, 19 polícias aguardam, ainda, pela leitura da sentença que deve ser conhecida nos próximos dias.