Última hora

Última hora

Tribunal francês valida escutas a Sarkozy

O tribunal de recurso de Paris validou as escutas telefónicas feitas a Nicolas Sarkozy. Numa conversa com o seu ex-advogado, o antigo presidente

Em leitura:

Tribunal francês valida escutas a Sarkozy

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal de recurso de Paris validou as escutas telefónicas feitas a Nicolas Sarkozy. Numa conversa com o seu ex-advogado, o antigo presidente francês terá discutido a oferta de um emprego a um magistrado. Em troca pretendia que este influenciasse a decisão de um tribunal num caso de financiamento ilegal de Muammar Khadafi a uma das suas campanhas presidenciais. As escutas são o principal elemento do processo contra Sarkozy, o seu antigo advogado e o ex-alto magistrado.

“Vamos apresentar, imediatamente, recurso ao Tribunal de Cassação, contra esta decisão. A luta para manter confidenciais as conversas entre advogado e cliente não é uma batalha de Thierry Herzog, apenas. É uma luta de todos os advogados e prosseguirá com a mesma força e energia”, afirma Paul-Albert Iweins, advogado de Herzog.

Este não é o primeiro caso de financiamento ilegal, à campanha presidencial de 2007, em que Sarkozy se vê envolvido. O primeiro processo, que envolvia a herdeira da L’Oreal, acabou arquivado.

Ainda assim pode tornar-se num obstáculo à tentativa do político conservador, líder do UMP, regressar ao poder. Sarkozy prepara-se para voltar a concorrer às eleições presidenciais em 2017.