Última hora

Última hora

Arábia Saudita anuncia trégua humanitária no Iémen

Arábia Saudita anuncia trégua por motivos humanitários a começar na próxima terça-feira.

Em leitura:

Arábia Saudita anuncia trégua humanitária no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da diplomacia saudita anunciou esta sexta-feira uma trégua de cinco dias no Iémen a começar na próxima terça-feira.

Point of view

"Acredito que se trata de uma oportunidade para os Houti mostrarem que se preocupam com os seus " - Adel Al-Jubeir, Ministro saudita dos Negócios Estrangeiros

A trégua, justificada por motivos de ordem humanitária, terá ainda que ser aceite pela milícia Houti.

A trégua foi anunciada no decurso de uma conferência do Conselho de Cooperação do Golfo realizada em Paris.

“Acredito que se trata de uma oportunidade para os Houti mostrarem que se preocupam com os seus e que aproveitam esta oferta para bem do povo do Iémen”, afirmou o chefe da diplomacia saudita, Adel Al-Jubeir.

O chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, participou igualmente no encontro de Paris.

Falando aos jornalistas, Kerry concentrou-se na situação humanitária.

“Estamos perante uma catástrofe humanitária e as pessoas estão a ficar sem comida, sem medicamentos… os combustíveis estão a esgotar-se… é claro que se trata de um momento importante”, disse o alto funcionário norte-americano.

Esta sexta-feira, forças sauditas bombardearam alvos na província de Saada no Iémen, uma região debaixo do controlo dos rebeldes Houti. Os sauditas afirmam que se trata de uma manobra de retalição contra ataques Houti transfronteiriços.

Entretanto, na capital, Sanaa, manifestantes Houti desceram às ruas para exigir o fim dos bombardeamentos e do bloqueio naval do Iémen.

Na capital iraniana, Teerão, registaram-se cenas idênticas. Os manifestantes gritaram palavras de ordem contra a família saudita, os Estados Unidos e Israel.