Última hora

Última hora

Dia da Vitória na Rússia: 300 mil na marcha do Regimento Imortal em Moscovo

Veteranos e familiares de soldados mortos em combate na II Guerra Mundial marcharam pela capital russa

Em leitura:

Dia da Vitória na Rússia: 300 mil na marcha do Regimento Imortal em Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A celebração do Dia da Vitória na Rússia, para lá da exuberante parada militar na Praça Vermelha, ficou marcada também pela marcha do chamado Regimento Imortal pelas ruas de Moscovo. Cerca de 300 mil pessoas terão participado nesta quarta edição e, entre elas, o Presidente russo Vladimir Putin.

Veteranos da II Guerra Mundial e familiares de soldados mortos em combate caminharam até à Praça Vermelha, lembraram histórias e fizeram balanços.

“Enfretámos todos os obstáculos e as dificuldades — e houve muitas. Mas nós vencemos e reconstruímos o nosso Estado. Trouxemos ordem para o nosso país. O que se seguiu é outra questão. Por isso, como é que posso estar feliz?”, lamenta o veterano Ivan Baranov, de 87 anos.

“O que mais custa a um veterano é quando somos esquecidos. Estou reformado. Tenho 86 anos. Deixei de trabalhar há ano e meio. Quando passo muito tempo sem receber um telefonema de antigos companheiros de armas ou do último sítio onde trabalhei, começo logo a sofrer”, conta Stanislav Petrakov.

Vladimir Putin integrou a marcha do Regimento Imortal quando este entrou na Praça Vermelha. O Presidente da Rússia participou segurando um retrato do pai, Vladimir Spiridonovich Putin, que combateu na “Grande Guerra Patriótica”, como é conhecida na Rússia a guerra ganha pelos aliados há 70 anos contra os nazis.