Última hora

Última hora

Espanha: Pelo menos três mortos após queda de Airbus em Sevilha

O aparelho, um A-400M, estaria em testes quando se despenhou perto do aeroporto de San Pablo. Mariano Rajoy acordou suspensão da campanha eleitoral

Em leitura:

Espanha: Pelo menos três mortos após queda de Airbus em Sevilha

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos três pessoas morreram e duas ficaram em estado grave na sequência da queda de um avião A-400M próximo do aeroporto de San Pablo, em Sevilha, no sul de Espanha. As primeiras informações davam conta de que poderiam seguir 7 pessoas a bordo, mas as equipas de socorro, para além das 5 vítimas referidas, referiram haver pelo menos mais uma pessoa desaparecida. Todos os tripulantes seriam funcionários espanhóis da Airbus.

O aparelho é produzido pela fabricante europeia de aeronáutica sedeada em França e que tem um hangar para testes em Sevilha. O A-400M é o maior avião movido movido a hélices do Mundo, é comercializado desde 2011 e presume-se que estaria em testes de descolagem e aterragem no sul de Espanha.

Este é um avião de carga e destina-se sobretudo a uso militar. Já é utilizado por países como a França, a Inglaterra ou a Turquia. A Espanha teria já acordado a compra de pelo menos 27 unidades deste aparelho.

O primeiro-ministro espanhol recebeu a notícia em Tenerife. De início começou por falar em “oito a 10 mortos”, embora não tivesse “informações concretas” do acidente. Mariano Rajoy acrescentou ter falado com o líder da oposição, o socialista (PSOE) Pedro Sánchez, e acordado a suspensão da campanha eleitoral para as eleições municipais e regionais marcadas em Espanha para 24 de maio.

A queda do avião ocorreu a pouco mais de um quilómetro do aeroporto civil de Sevilha, numa zona de campo, pouco depois das 13 horas locais (menos uma em Lisboa). O aeroporto de San Pablo foi encerrado temporariamente, tendo reaberto pouco mais de hora e meia após o acidente, provocando ainda assim o atraso de vários voos, incluindo o que levou a equipa de futebol do Bétis de Sevilha rumo a Maiorca.