Última hora

Última hora

Libéria livre de Ébola

A Libéria declarada livre de Ébola após 42 dias sem novos casos. O anúncio foi feito em Monróvia por um representante da Organização Mundial da Saúde

Em leitura:

Libéria livre de Ébola

Tamanho do texto Aa Aa

A Libéria declarada livre de Ébola após 42 dias sem novos casos.

O anúncio foi feito em Monróvia por um representante da Organização Mundial da Saúde durante uma cerimóia oficial com a presença da Presidente do país, Ellen Johnson Sirleaf.

A última pessoa contagiada pelo vírus foi enterrada no dia 28 de Março, e desde então não foram registadas novas situações de contágio.

A confiança regressa à capital, Monróvia : “Estou feliz que os liberianos possam estar confiantes e possam dar apertos de mão. Faz parte da nossa cultura, nós gostamos de abraçar as pessoas, gostamos de apertar as mãos, de comer no mesmo prato com os nossos amigos e família.”

“Isso não significa que devemos baixar a guarda, porque a situação ainda é séria. As medidas de precaução devem ser mantidas, e devemos partilhar o conhecimento que foi adquirido na Libéria na luta contra o Ébola com os países vizinhos”.

A epidemia na África Ocidental, a mais grave desde a identificação do vírus em 1976, espalhou-se em dezembro de 2013 ao sul da Guiné antes de se expandir à Libéria e à Serra Leoa. O vírus matou pelo menos 11 mil pessoas.

A primeira vacina contra o Ébola, VSV-EBOV, desenvolvida pela Agência de Saúde Pública do Canadá, está a ser testada desde março na Guiné. A outra vacina, desenvolvida pela empresa britânica GSK (GlaxoSmithKline) com o Instituto Americano de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) está a ser testada na Libéria desde fevereiro.