Última hora

Última hora

Macedónia: Tensão étnica intensifica-se depois de operação antiterrorista

A tensão étnica intensifica-se na Macedónia. Depois de mais de 20 horas de combates, as tropas de elite daquela antiga república da Jugoslávia

Em leitura:

Macedónia: Tensão étnica intensifica-se depois de operação antiterrorista

Tamanho do texto Aa Aa

A tensão étnica intensifica-se na Macedónia.

Depois de mais de 20 horas de combates, as tropas de elite daquela antiga república da Jugoslávia, abandonaram o bairro de maioria albanesa muçulmana, em Kumanovo, no norte da Macedónia.

Do conflito resultaram 22 mortos.

De acordo com as autoridades, foi desmantelado um importante grupo terrorista, na localidade.

Os habitantes não acreditam nas justificações do Governo.

“Não houve terroristas aqui. Nem sei quem poderia ser. Os membros da família ouviram o som dos tiros vindo lá de cima. Estavam a dormir quando começou. A família saiu por aquela janela para se esconderem na cave até que pudessem sair, durante a noite”, relata um dos habitantes do bairro.

Mais de 30 pessoas foram detidas por, alegadamente, pertencerem a uma célula terrorista. Alguns foram já presentes a tribunal, na capital, Skopje.

O Conselho Nacional de Segurança reuniu de emergência. O primeiro-ministro da Macedónia, Nikola Gruevski, mostrou-se satisfeito com o desfecho da operação das forças de segurança.

“A polícia realizou uma ação altamente profissional, patriótica e heroica, com o objetivo de neutralizar os terroristas que querem desestabilizar a Macedónia”, assegura o governante.

A NATO pediu, este domingo, que se realizasse um inquérito independente para saber o que aconteceu”. O secretário-geral da Aliança Atlântica, Jens Stoltenberg, declarou ainda, em comunicado, que a União Europeia está, também, preocupada com esta crise.