Última hora

Última hora

Primeiro-ministro francês não concorda com criação de quotas de imigração

O Primeiro-ministro francês visitou, este sábado, o sul do país, região onde um número recorde de imigrantes procura atravessar a fronteira, vindo de

Em leitura:

Primeiro-ministro francês não concorda com criação de quotas de imigração

Tamanho do texto Aa Aa

O Primeiro-ministro francês visitou, este sábado, o sul do país, região onde um número recorde de imigrantes procura atravessar a fronteira, vindo de Itália.

Numa estação de caminhos-de-ferro Manuel Valls explicou que a União Europeia precisa de um sistema de controlo de fronteiras mas não concorda com a atribuição de quotas:

“O asilo é um direito, atribuído de acordo com critérios internacionais e aplicado por todos os Estados da União Europeia. É também por esta razão que o número de beneficiários não pode ser objeto de quotas. Ou se é um requerente de asilo ou não e, se não se for, a pessoa é deportada.”

Esta semana, a Comissão Europeia propôs a criação de quotas, com base em critérios como a densidade populacional, para garantir uma distribuição mais equitativa dos imigrantes que continuam a chegar à Europa.

Segundo as autoridades gaulesas, cerca de um milhar, vindo de África via Itália, foi intercetado no sul de França, nos últimos três dias.

Ao porto de Messina, em Itália, chegaram, este sábado, mais de 400 imigrantes vindos da Líbia.