Última hora

Última hora

Rio de Janeiro: Protestos no Morro de São Carlos

Manifestações no Rio de Janeiro após uma semana de violência na zona das favelas. O protesto eclodiu quando os moradores descobriram os corpos de

Em leitura:

Rio de Janeiro: Protestos no Morro de São Carlos

Tamanho do texto Aa Aa

Manifestações no Rio de Janeiro após uma semana de violência na zona das favelas. O protesto eclodiu quando os moradores descobriram os corpos de dois mototaxistas do bairro de Morro de São Carlos, dois homens de 15 e 29 anos esfaqueado até à morte sem motivo aparente.

Os manifestantes das favelas incendiaram cinco autocarros em partes diferentes da cidade depois de terem forçado os passageiros a sair.

O Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão atribui a violência à rivalidade entre gangues de drogas

“Vamos continuar investindo mais e temos algumas grandes operações planeadas em que estamos indo para continuar a lutar contra a criminalidade”, disse Pezão.

O Morro de São Carlos é considerado “pacificado” e tem uma Unidade de Polícia Pacificadora no bairro desde Maio de 2011, no âmbito de um programa contra a violência que começou em 2008.

Apesar disso, esta semana, pelo menos 12 pessoas foram mortas, aqui, no Morro de São Carlos, e comunidades vizinhas.