Última hora

Última hora

Só 25% dos trabalhadores têm emprego estável

Em leitura:

Só 25% dos trabalhadores têm emprego estável

Tamanho do texto Aa Aa

Apenas 25% dos trabalhadores de todo o mundo têm um emprego estável. Este dado foi avançado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), que apresentou o seu relatório anual sobre o emprego.

O relatório, que abrange 180 países, revela que 75% dos trabalhadores têm contratos temporários ou de curto prazo. Muitas vezes são empregos informais, sem contrato ou até remuneração.

O Diretor-geral, Guy Rider, sublinhou a necessidade de “os legisladores se virarem para as condições que os trabalhadores em part-time e os trabalhadores temporários encontram e de legislar para melhorar as suas condições”.Mas Rider lembra que os tempos são outros: “Talvez no futuro, as questões de justiça social, pelas quais a Organização Internacional do Trabalho luta, não possam ser conseguidas através da generalização de um emprego standard, de um contrato permanente das 9 às 17 horas, que os nossos pais ou avós sentiam quase como uma herança”.

As maiores taxas de emprego sem contrato permanente registam-se na Bolívia, Peru, China, Níger e Índia, com valores acima dos 90 por cento. Portugal situa-se nos 38%, de acordo com o relatório, que se baseia em dados de 2012.

Nas economias desenvolvidas e na Europa Central, cerca de oito em cada dez pessoas em idade ativa têm um trabalho, enquanto no sul da Ásia e na África subsaariana este número desce para dois em cada dez.

A crise levou a um forte aumento do emprego a tempo parcial, especialmente para as mulheres, entre 2008 e 2013.