Última hora

Última hora

Tunísia: Militar "com problemas psicológicos" abate sete soldados e reaviva receios em Tunes

As autoridades tunisinas descartam a possibilidade de um atentado terrorista, depois de um militar ter morto sete colegas, ferindo outros quinze

Em leitura:

Tunísia: Militar "com problemas psicológicos" abate sete soldados e reaviva receios em Tunes

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades tunisinas descartam a possibilidade de um atentado terrorista, depois de um militar ter morto sete colegas, ferindo outros quinze, durante um tiroteio no quartel de Bouchoucha em Tunes.

Segundo o porta-voz do ministério do Interior tunisino, o cabo militar na origem da ação – abatido minutos após os disparos – sofria de problemas mentais e estaria mesmo proibido de porte de arma.

A imprensa local afirma que o oficial teria subtraído uma arma a um colega antes de disparar sobre um coronel, alvejando vários soldados dentro da instalação.

A ação, cujas causas pemanecem imprecisas volta a sobressaltar o país, a poucos metros do museu do Bardo, palco do atentado, reivindicado pelo grupo Estado Islâmico, que provocou 22 mortos, a maioria turistas, em meados de março.