Última hora

Última hora

FIFA: O futebol foi "sequestrado"

A procuradora-geral dos Estados Unidos, Loretta Lynch, explicou em Nova Iorque as razões que conduziram à acusação dos 14 arguidos. Os Estados Unidos

Em leitura:

FIFA: O futebol foi "sequestrado"

Tamanho do texto Aa Aa

A procuradora-geral dos Estados Unidos, Loretta Lynch, explicou em Nova Iorque as razões que conduziram à acusação dos 14 arguidos. Os Estados Unidos pediram a extradição dos sete detidos na Suíça mas seis já manifestaram a sua oposição.

“Estes indivíduos, através destas organizações, recorreram à corrupção para decidir quem iria transmitir os jogos, onde é que os jogos iriam decorrer e quem dirigiria a organização mundial que gere o futebol” – afirmou Loretta Lynch.

No centro da investigação está a CONCACAF, que tem sede em Miami, na Florida. Para as autoridades americanas, o inquérito revelou esquemas de branqueamento de capitais e dezenas de milhões dólares em paraísos fiscais.

“O futebol, de acordo com as alegações deste ato de acusação, foi sequestrado. O campo que costuma ser plano foi inclinado para favorecer os que buscavam o lucro à custa dos países e das crianças que adoram o futebol. Este sequestro está agora confrontado com uma resposta agressiva da justiça de modo a mudar comportamentos. Esta investigação tem sido longa e dura mas o trabalho vai continuar até toda a corrupção ser descoberta e a mensagem que vai ser enviada ao mundo é que esta conduta não vai ser tolerada” – avisou o diretor do FBI, James Comey.

Durante a conferência de imprensa a responsável pela justiça americana afirmou que a atribuição do Mundial 2010 à África do Sul estava manchada pela corrupção, assim como a reeleição de Sepp Blatter para a presidência da FIFA em 2011.