Última hora

Última hora

"Cartão vermelho" à FIFA: Sete responsáveis detidos, 14 acusados de corrupção

Sete responsáveis da FIFA foram detidos, esta manhã, em Zurique, por acusações de corrupção, antes do início da reunião anual da federação

Em leitura:

"Cartão vermelho" à FIFA: Sete responsáveis detidos, 14 acusados de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Sete responsáveis da FIFA foram detidos, esta manhã, em Zurique, por acusações de corrupção, antes do início da reunião anual da federação internacional de futebol.

Seis dos suspeitos, entre os quais se encontra pelo menos um vice-presidente em exercício da FIFA, foram interpelados pela polícia suíça num hotel de cinco estrelas da cidade e poderão ser extraditados para os Estados Unidos, que lideram a investigação.

Num comunicado emitido esta manhã, o Departamento de Justiça norte-americano afirma que nove responsáveis e cinco membros do conselho executivo da FIFA foram acusados de corrupção, quando apenas 7 foram até agora detidos, um dos quais, num local ainda desconhecido de Zurique.

A justiça norte-americana afirma que os suspeitos estariam envolvidos em atividades de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude, tendo recebido mais de 100 milhões de dólares em “luvas” desde 1991.

A justiça suíça anunciou, entretanto, a abertura de um inquérito paralelo por branqueamento de capitais e má gestão, relativo à atribuição dos campeonatos do mundo à Rússia e ao Qatar, tendo apreendido vários documentos na sede da FIFA, esta manhã.

Segundo a imprensa norte-americana, o atual presidente da FIFA, Sepp Blatter, que se apresenta esta sexta-feira a um quinto mandato, não se encontra entre os suspeitos, mas poderia ser igualmente visado pela investigação. Numa confererência de imprensa, esta manhã, a FIFA reafirmava que Blatter não está implicado na investigação (FIFA: Acusações de corrupção não põem em causa presidente nem competições na Rússia e Qatar).

O dinheiro dos alegados esquemas de corrupção teria transitado por bancos norte-americanos e suíços. O tribunal de Brooklyn, que lidera a investigação ,deverá precisar esta tarde, por volta das 15h30 (hora portuguesa), as acusações contra os mais de uma dezena de suspeitos.

Os jornalistas do New York Times, em Zurique, difundiram estas imagens das detenções dos seis membros da FIFA, esta manhã, num hotel de cinco estrelas da cidade: