Última hora

Última hora

Vieirinha festeja na Alemanha e PSG faz o pleno em França

Em leitura:

Vieirinha festeja na Alemanha e PSG faz o pleno em França

Vieirinha festeja na Alemanha e PSG faz o pleno em França
Tamanho do texto Aa Aa

O Wolfsburgo, do português Vieirinha, conquistou pela primeira vez a Taça da Alemanha, o Paris Saint-Germain fez o pleno em França, o Barcelona garante a dobradinha em Espanha e o Arsenal tornou-se no clube com mais Taças de Inglaterra da história. Este foi um sábado repleto de finais por essa Europa fora.


Numa final disputada em Camp nou após recusa do Real Madrid em ceder o Santiago Bernabéu para mais uma eventual celebração dos catalães, os “blau grana” derrotaram o Athletic de Bilbau, por 3-1.

Messi, por duas vezes (a primeira foi um outro hino, mas ao futebol), e Neymar marcaram pelos catalães. Williams reduziu para os bascos, num jogo que pode ter representado o adeus do barcelonista Xavi ao futebol espanhol — o médio já anunciou o adeus ao Barcelona, onde joga desde 1991.

Na próxima semana, o Barcelona pode ainda conquistar uma “tripleta”, na final da Liga dos Campeões, diante da Juventus.

Em França, o Paris Saint Germain venceu no Stade de France o Auxerre, por 1-0. O uruguaio Edison Cavani marcou o golo que permitiu ao PSG assegurar a conquista dos quatro títulos franceses em disputa. A equipa da capital confirma que não tem rival à altura a nível interno.


Por fim, o Wolfsburgo, com o português Vieirinha a titular, derrotou em Berlim o Borussia de Dortmund, por 3-1.

Aubameyang ainda adiantou os “amarelos” no marcador, aos 5 minutos, mas o brasileiro Luiz Gustavo empatou, aos 22. Pouco depois, De Bruyne assinou a “cambalhota” no marcador e, já na segunda parte, Bas Dost (vídeo em baixo) sentenciou o resultado final.


O jogo marcou a despedida do treinador Jurgen klopp do Dortmund. Depois de uma relação repleta de grandes momentos, este foi um adeus amargo, a perder e num ano negro para o clube, que passou inclusive boa parte do campeonato nos lugares de descida. Klopp é um dos nomes em cima da mesa para suceder a Carlo Ancelotti no Real Madrid e até já sabe pedir uma “cerveza” em espanhol.