Última hora

Última hora

A longa noite da Grécia

Enquanto Alexis Tsipras se recusa a ceder às exigências, a reunião dos credores prolonga-se pela noite dentro.

Em leitura:

A longa noite da Grécia

Tamanho do texto Aa Aa

Esta foi uma noite crucial para a Grécia. A líder do Fundo Monetário Internacional Christine Lagarde e o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, juntaram-se a Jean-Claude Juncker, François Hollande e Angela Merkel nas negociações para assegurar o pagamento de uma nova fatia da ajuda financeira. Para já, ainda não são conhecidos os resultados.

O governo, liderado por Alexis Tsipras, recusa-se a fazer as concessões exigidas, nomeadamente baixar as pensões.

Isso mesmo explicou Tsipras num artigo que assinou no diário francês Le Monde.

Tsipras acusa os credores de fazer propostas absurdas e de falta de respeito para com a democracia grega. As três instituições, antes conhecidas como troika, querem obrigar o governo de Tsipras a voltar atrás com muitas das promessas eleitorais.

A Grécia tem até sexta-feira para pagar 300 milhões de euros ao FMI. Este é também o prazo final para que haja um acordo antes do pagamento da próxima fatia da ajuda.