This content is not available in your region

A violência regressa ao leste da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
A violência regressa ao leste da Ucrânia

<p>Recomeçam os confrontos pesados no leste da Ucrânia, e multiplicam-se as vítimas.</p> <p>Pelo menos 24 pessoas morreram nas últimas 24 horas devido a combates entre separatistas pró-russos e militares ucranianos.</p> <p>Segundo o governo de Kiev os rebeldes pró-russos lançaram uma ofensiva de grande envergadura perto da localidade de Mariinka, a 20 quilómetros de Donetsk.</p> <p>Os rebeldes negaram estas acusações, mas confirmaram que ocorreram combates perto destas localidades. </p> <p>Hoje o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, denunciou que “neste momento existem 14 batalhões russos com mais de 9.000 homens no território da Ucrânia. A concentração de tropas russas na fronteira Estado ucraniano é 1,5 vezes maior do que há um ano.”</p> <p>Perante o aumento da violência, também, Moscovo toma posição.</p> <p>O ministro dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, disse nesta quinta-feira que o processo de paz no leste da Ucrânia pode “explodir em pedaços” pelas ações de Kiev.</p> <p>O mercado de Mariinka ficou praticamente destruído pelos ataques desta madrugada.</p> <p>A <span class="caps">OSCE</span>, cuja missão é observar os acontecimentos no leste da Ucrânia, confirmou a retoma da violência.</p>