Última hora

Última hora

Naufrágio China: Quase uma centena de corpos encontrados no rio Iangtsé

Quase uma centena de corpos foram recuperados no rio Iangtsé, na China, vitimas do naufrágio do navio de cruzeiro “Estrela Oriental”, na passada

Em leitura:

Naufrágio China: Quase uma centena de corpos encontrados no rio Iangtsé

Tamanho do texto Aa Aa

Quase uma centena de corpos foram recuperados no rio Iangtsé, na China, vitimas do naufrágio do navio de cruzeiro “Estrela Oriental”, na passada segunda-feira.

Apenas 14 das 456 pessoas, que seguiam a bordo, foram resgatadas, as autoridades chinesas não acreditam ser possível encontrar mais sobreviventes.

No terreno as operações só param para recuperar corpos, como explica Zhu Ruming, vice- diretor da administração para os assuntos de navegação de Iangtsé:

“Durante o trabalho, para endireitar o cruzeiro, os nossos mergulhadores encontram, muitas vezes, corpos de vítimas em águas profundas. O mesmo acontece quando trabalhamos à tona de água, encontramos corpos de passageiros a flutuar. Nessa altura temos de parar para enviar os corpos para terra.”

Mais de três centenas de pessoas continuam desaparecidas. Nas proximidades do local onde ocorreu o desastre os populares concentram-se para apoiar os familiares das vítimas:

“Estou de coração partido e triste” – desabafa uma chinesa. “Espero que as vítimas que estão no céu descansem em paz. Há muita coisa que podemos fazer e queremos ajudar as famílias das vítimas. Sinto-me um pouco melhor porque assim elas têm apoio.”

A embarcação foi já rebocada para mais perto da costa e as equipas já entraram no seu interior mas, para as famílias, as operações estão a ser muito lentas.