Última hora

Última hora

Turquia: Vitória amarga para o AKP de Erdoğan

O partido mantém-se no poder, mas perde a maioria absoluta.

Em leitura:

Turquia: Vitória amarga para o AKP de Erdoğan

Tamanho do texto Aa Aa

Foi uma vitória com sabor a derrota que o partido no poder na Turquia, o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), do presidente Recep Tayyip Erdoğan, teve na noite de domingo.

Point of view

A decisão do povo é a decisão final. Respeitar essa decisão é uma obrigação de todos os partidos e isso vai ser feito em qualquer situação

Mesmo se foi o partido mais votado, com cerca de 41%, o AKP teve uma quebra significativa na votação e perdeu a maioria absoluta. Cai por terra, pelo menos para já, o projeto de Erdoğan de fazer uma reforma constitucional e transformar a Turquia num país com sistema presidencialista.

O primeiro-ministro, agora reeleito, Ahmet Davutoğlu, reafirmou o primeiro lugar do partido: “A decisão do povo é a decisão final. Respeitar essa decisão é uma obrigação de todos os partidos e isso vai ser feito em qualquer situação”, disse no discurso.

A grande surpresa destas eleições foi a entrada para o parlamento do Partido Democrático do Povo (HDP), o partido representativo da minoria curda, que com cerca de 13% foi o principal responsável por o AKP não ter conseguido a maioria absoluta.

O Partido Republicano do Povo (CHP), de Kemal Kılıçdaroğlu, afirma-se como principal força da oposição. Ficou em segundo lugar, com cerca de 25% dos votos. O Partido do Movimento Nacionalista (MHP) ficou na terceira posição.