Última hora

Última hora

Ucrânia: prossegue a luta contra incêndio gigantesco em depósito de combustível

Na Ucrânia prosseguem os esforços para dominar um incêndio que já destruiu vários depósitos de combustível situados a cerca de 30 quilómetros da

Em leitura:

Ucrânia: prossegue a luta contra incêndio gigantesco em depósito de combustível

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia prosseguem os esforços para dominar um incêndio que já destruiu vários depósitos de combustível situados a cerca de 30 quilómetros da capital, Kiev.

Point of view

"Existem duas versões: a versão mais provável é de que se deve à violação de regras de segurança. A segunda versão é sabotagem. Só vamos saber ao certo quando o fogo tiver sido totalmente extinto" Oleksandr Turchynov - diretor do Conselho Nacional de Segurança e Defesa

O incidente provocou pelo menos cinco mortos e vários feridos.

O incêndio começou na segunda-feira num dos depósitos de combustível tendo-se alastrado aos restantes depósitos durante a noite.

Várias dezenas de unidades de combate às chamas participaram nos esforços de combate às chamas.

O correspondente da euronews, Dmytro Polonsky, afirma que o incêndio neste depósito já dura há praticamente um dia. As chamas alastraram-se a outros depósitos e já provocaram mortes e ferimentos entre funcionários locais e bombeiros.

A situação é perigosa tanto mais que existe uma base militar, aeroporto e paiol de armas nas imediações.

O ministério da defesa afirma que já tomou medidas de emergência para evitar que as chamas cheguem à base militar.

“Existem duas versões: a versão mais provável é de que se deve à violação de regras de segurança. A segunda versão é sabotagem. Só vamos saber ao certo quando o fogo tiver sido totalmente extinto”, afirma o diretor do Conselho Nacional de Segurança e Defesa, Oleksandr Turchynov.

Os depósitos pertencem a uma empresa ucraniana que possui uma rede de estações de abastecimento. Numa declaração, o proprietário dos depósitos afirma que se trata de um caso de fogo posto cujo objetivo seria prejudicar a empresa.