Última hora

Última hora

Morreu um dos "Dráculas" mais carismáticos de sempre

Dizia que hoje em existiam muitos vampiros no mundo, mas que devíamos pensar apenas nos do negócio do cinema. O ator britânico Christopher Lee, um

Em leitura:

Morreu um dos "Dráculas" mais carismáticos de sempre

Tamanho do texto Aa Aa

Dizia que hoje em existiam muitos vampiros no mundo, mas que devíamos pensar apenas nos do negócio do cinema. O ator britânico Christopher Lee, um dos mais carismáticos Dráculas de todos os tempos, morreu num hospital de Londres no domingo, após complicações cardiorrespiratórias.

O óbito esteve envolto em segredo. Apenas esta quinta-feira se soube, depois de um jornal britânico ter publicado a notícia. A mulher, Lady Lee, teria decidido informar primeiro os familiares, antes de tornar público. Mesmo depois de já se saber, não quis comentar.

Christopher Lee entrou em filmes de grande sucesso e tinha sempre papéis de destaque, geralmente, associados ao mal.

Entre as interpretações, para além dos papéis nos filmes sobre o Drácula e vampiros, destacam-se as de Scaramanga, no Homem da Pistola Dourada de James Bond, do Conde Doku, na Guerra das Estrelas, ou de Sauruman, na trilogia Senhor dos Anéis.

Lee tinha 93 anos.