Última hora

Última hora

Coreia do Sul regista 14 novos casos do coronavírus MERS

O surto do mortal coronavírus MERS forçou o Banco Central da Coreia do Sul a cortar na taxa de juro de referência no mesmo dia em que as autoridades

Em leitura:

Coreia do Sul regista 14 novos casos do coronavírus MERS

Tamanho do texto Aa Aa

O surto do mortal coronavírus MERS forçou o Banco Central da Coreia do Sul a cortar na taxa de juro de referência no mesmo dia em que as autoridades registaram 14 novos casos.

Com 122 pacientes e nove mortos por causa da Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS), a Coreia do Sul é o país mais afetado fora do Médio Oriente e os receios são agora elevados no Extremo Oriente.

Um dos últimos infetados foi uma mulher grávida.

“O centro de controlo e prevenção de doenças confirmam que uma mulher grávida exposta ao vírus no Centro Médico Samsung testou positivo. Encontra-se numa condição estável”, declarou um porta-voz de uma unidade hospitalar de Seul.

O banco central da quarta maior economia asiática cortou a taxa de juro de referência em 25 pontos de base para um mínimo histórico de 1,5 %.

Alguns setores da atividade económica começam a fazer-se sentir. Os países da região desaconselham viagens não essenciais à Coreia do Sul.

Até agora 3800 pessoas foram colocadas de quarentena, 2400 escolas continuam encerradas.