Última hora

Última hora

MERS faz décima morte na Coreia do Sul

A Coreia do Sul registou, esta quinta-feira,a décima vítima mortal da Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS, na sigla inglesa). A vítima era

Em leitura:

MERS faz décima morte na Coreia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul registou, esta quinta-feira,a décima vítima mortal da Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS, na sigla inglesa).

A vítima era um homem de 65 anos que tinha sido tratado de câncer de pulmão e foi internado com outro paciente contagiado com o vírus, informou o Ministério da Saúde.

O surto da Síndrome Respiratória do Médio Oriente tem causado pânico no país. Mais de 120 pessoas foram infetadas, desde o primeiro caso, um empresário de 68 anos que foi diagnosticado no dia 20 de maio depois de uma viagem ao Médio Oriente.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou na quarta-feira a reabertura de quase 2.500 escolas que foram encerradas na Coreia do Sul para evitar a propagação do vírus mortal.

A Síndrome Respiratória do Médio Oriente é uma doença respiratória viral causada por um novo coronavírus (MERS-CoV).

Menos contagioso que o vírus da síndrome respiratória aguda (SARS), o vírus da MERS pode ser mais mortífero. Identificado pela primeira vez na Arábia Saudita em 2012, regista uma taxa de mortalidade de cerca de 40% dos casos diagnosticados. Foram já identificados mais de mil casos, num total de 25 países, e o número total de mortos é de cerca de 400, segundo a OMS.

O contágio faz-se através do contacto próximo com os doentes. O surto na Coreia do Sul é o maior fora da Arábia Saudita.