Última hora

Última hora

Objetos sagrados de tribos Hopi e Acoma leiloados em Paris apesar de protestos

Duas tribos indígenas dos Estados Unidos tentaram, em vão, impedir o leilão de objetos sagrados em Paris. Apesar dos protestos e recursos legais, 15

Em leitura:

Objetos sagrados de tribos Hopi e Acoma leiloados em Paris apesar de protestos

Tamanho do texto Aa Aa

Duas tribos indígenas dos Estados Unidos tentaram, em vão, impedir o leilão de objetos sagrados em Paris. Apesar dos protestos e recursos legais, 15 máscaras e estátuas Hopi, do Arizona, e Acoma, do Novo México, foram vendidas por um total de 400.000 euros.

Representantes das duas tribos denunciam uma exportação fraudulenta das peças para a França.

Sam Tenak Hongva, um líder cultural Hopi, explica que são objetos “que não podem ser vendidos ou comprados; não se lhes pode pôr um preço. Representantes de museus nos Estados Unidos apoderaram-se de muitas peças sem permissão […] e começaram a procurar compradores e colecionadores privados”.

Jean-Patrick Razon, diretor da ONG Survival International, diz que os nativos americanos “opõem-se totalmente à venda destas peças. Para eles, são símbolos espirituais, que devem ser restituídos às suas terras de origem”.

É a quarta vez, desde 2013, que tribos indígenas norte-americanas tentam impedir, sem sucesso, leilões deste tipo em território francês.