Última hora

Última hora

Dezenas de fotografias a cores de Robert Capa expostas pela primeira vez

Em leitura:

Dezenas de fotografias a cores de Robert Capa expostas pela primeira vez

Tamanho do texto Aa Aa

Uma exposição em Budapeste mostra pela primeira vez ao público as fotografias a cores de Robert Capa. Mais conhecido pelas obras a preto-e-branco, o

Uma exposição em Budapeste mostra pela primeira vez ao público as fotografias a cores de Robert Capa.

Point of view

Para o governo húngaro, é essencial mostrar ao mundo o património fotográfico húngaro e mostrar a forma como a visão dos artistas húngaros influenciou a história do século XX.

Mais conhecido pelas obras a preto-e-branco, o fundador da agência Magnun, tirou regularmente fotografias a cores entre 1940 e 1954.

Algumas das fotos em exposição já tinham sido publicadas em revistas mas a maioria não era conhecida do grande público.

Enquanto fotógrafo de guerra, Robert Capa retratou os conflitos mais importantes da primeira metade do século XX como a Guerra Civil Espanhola, a Segunda Guerra Sino-Japonesa e a Segunda Guerra Mundial.

A exposição das fotografias a cores do fotógrafo húngaro foi inaugurada recentemente em Budapeste.

“Para o governo húngaro, é essencial mostrar ao mundo o património fotográfico húngaro e mostrar a forma como a visão dos artistas húngaros influenciou a história do século XX”, disse Péter Hoppál, ministro da cultura da Hungria.

A exposição inclui retratos célebres de grandes nomes da arte como Humphrey Bogart, Picasso, Hemingway, Ingmar Bergman e Roberto Rossellini.

Robert Capa morreu em 1954 ao pisar uma mina quando realizava a cobertura da primeira guerra da Indochina para a revista “Life”.

A exposição pode ser visitada até 20 de setembro em Budapeste.