Última hora

Última hora

Ucrânia: detido diretor de depósito de combustível incendiado

O inquérito ao gigantesco incêndio num depósito de combustível perto da capital da Ucrânia, que se saldou em seis mortos, levou à detenção do diretor

Em leitura:

Ucrânia: detido diretor de depósito de combustível incendiado

Tamanho do texto Aa Aa

O inquérito ao gigantesco incêndio num depósito de combustível perto da capital da Ucrânia, que se saldou em seis mortos, levou à detenção do diretor das instalações.

Equipas de bombeiros continuam no local para tentar extinguir as últimas chamas, que lavram desde a passada segunda-feira.

O governo prometeu assistência às famílias das vítimas, entre as quais se encontram três bombeiros.

O primeiro-ministro Arseniy Yatsenyuk frisou que “é preciso responsabilizar criminalmente todos os culpados deste incêndio, que quebraram a lei”.

O incêndio no depósito de combustível, que só foi controlado na quinta-feira, é considerado um dos piores dos últimos 50 anos na Ucrânia. O balanço inicial de cinco mortos elevou-se esta sexta-feira para seis, quando uma equipa de bombeiros que inspecionava uma secção extinta do depósito encontrou o corpo sem vida de um homem.