Última hora

Última hora

Benfica apresenta Rui Vitória: "Prometo dar a vida por este clube"

Treinador deixou o Vitória de Guimares no quinto lugar do campeonato e assinou por três anos com as "águias". Luis Filipe Vieira agradeceu a Jorge Jesus e apontou ao futuro: "Queremos o 'tri' e a tua ambição. Bem-vindo a casa Rui"

Em leitura:

Benfica apresenta Rui Vitória: "Prometo dar a vida por este clube"

Tamanho do texto Aa Aa

A SAD do Benfica oficializou esta segunda-feira a contratação do treinador de futebol Rui Vitória para as próximas três epócas, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Sport Lisboa e Benfica — Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que acabou de formalizar o acordo para a contratação do treinador Rui Vitória ao abrigo de um contrato de trabalho para vigorar nas próximas três épocas desportivas”, lê-se no referido comunicado.


Na apresentação em pleno Museu Cosme Damião, no Estádio da Luz, Rui Vitória afirmou que dará a vida pelo Benfica e salientou que não é “tolinho”, no sentido de mudar o que de bom foi feito no futebol “encarnado”. Ao contrário do que disse o antecessor (Jorge Jesus) na chegada ao clube, há seis anos, o novo treinador do Benfica foi fiel a um estilo mais comedido.

“Não prometo títulos. Prometo entrega, trabalho, dedicação e dar a vida por este clube. Acredito que dessa forma estaremos mais próximos dos títulos. Quero muito ganhar, quero mais do que nunca ganhar”, disse o treinador.



Rui Vitória deixou claro que apostar na formação, com a integração de jogadores, faz parte da filosofia, mas que isso não passa por estalar os dedos e tudo mudar: “vamos incluir jovens, mas vamos inclui-los pela competência”.

“Se jogam ou não isso já é outra questão. Vamos dar a oportunidade de trabalharem em igualdade de circunstâncias com os outros, depois a competência e a qualidade será o chavão para entrarem ou não na equipa do Benfica”, frisou.

Rui Vitória falou ainda da herança deixada. “Vamos ter uma equipa muito competitiva. O grosso da equipa está muito definido, se calhar é dos anos em que começamos uma época com a estrutura da equipa montada, com uma ou outra indefinição. Estou convencido que podemos formar uma grande equipa”, anteviu.



Em relação aos rivais, Rui Vitória falou em dois adversários crónicos (FC Porto e Sporting) e outras equipas que vão criar muitas dificuldades. “Prevejo um campeonato difícil, muito interessante de seguir, por tudo o que rodeia e pela qualidade. Mas estamos cá, somos o Sport Lisboa e Benfica, somos bicampeões, queremos ir à procura de mais um título”, acrescentou.

Vitória falou também de Maxi Pereira, que na edição desta segunda-feira do jornal A Bola surge na capa a dizer não saber ainda se continuará no Benfica. O treinador admitiu não ter lido a entrevista, mas que está a par do processo negocial. Vitória espera que o que “faça a diferença sejam os oito anos que o Maxi tem de Benfica”.

Em relação ao futuro “onze” da equipa, o ex-treinador do Vitória de Guimarães reafirmou ter consciência do que foi feito e das boas coisas que existem. “Tenho consciência do que foi feito, há muita coisa boa, não tenho de ser fundamentalista e mudar por mudar. Aquilo que tiver de ser mudado irá alterar-se, mas há coisas que temos de aproveitar. Dentro da linha do que tem sido nos últimos anos”, esclareceu.

O Benfica, entretanto, já reforçou a equipa com vista à próxima época. Já com o pré-acordo confirmado com Rui Vitória, as “águias” apresentaram dois jogadores marroquinos. Logo na sexta-feira foi Adel Taarabt, um criativo extremo-esquerdo de 26 anos, internacional marroquino, formado no Lens, de França, e que atuava no Queens Park Rangers, de Inglaterra.



No sábado, foi a vez de Mehdi Carcela-Gonzalez, de 25 anos. Médio internacional marroquino natural da Bélgica, Carcela formou-se no Standard de Liège, teve uma passagem pelo Anzi, da Rússia, e, antes de assinar, aconselhou-se com o belga Alex Witsel, antigo jogador do Benfica e atualmente nos russos do Zenit. “Disse-me que é tudo muito bom, que Lisboa é muito bonita para viver e que não se pode sonhar com melhor. Há sol, as paisagens são magníficas e, do ponto de vista desportivo, a equipa é a melhor de Portugal”, revelou o ex-Standard.



Rui Vitória falou ainda da vontade muito grande de disputar a Supertaça Cândido Oliveira, a 9 de agosto, entre Benfica (campeão) e Sporting (Taça de Portugal), desvalorizando o facto de ser o primeiro jogo do Benfica contra Jorge Jesus. “Que o tempo passe depressa. Vai ser um Benfica-Sporting que é um Benfica-Sporting em qualquer circunstância. Ainda ontem (domingo) tivemos um no futsal e ultrapassa o que quer que seja em questões mais pequenas”, defendeu.

Rui Vitória, de 45 anos, chega ao Benfica depois de passagens por Vitória de Guimarães (2011/12 a 2014/15), Paços de Ferreira (2010/11 e 2011/12), CD Fátima (2006/07 a 2009/10) e Vilafranquense (2002/03 e 2003/04). Nas temporadas de 2004/05 e 2005/06, o técnico, natural de Alverca, treinou a equipa de juniores do Benfica.


Luis Filipe Vieira agradece a Jesus e dá as boas vindas a Vitória


O presidente do Benfica deu as boas-vindas a Rui Vitória como treinador da equipa principal de futebol. Considerando que se trata do regresso a casa de um benfiquista, , Luís Filipe Vieira apontou à conquista do tricampeonato. “O Rui (Vitória) é um dos nossos e tenho a certeza que este também é um dia muito especial para ti, Rui. Um dia especial para alguém que há nove anos orientava a nossa equipa de juniores e hoje assume a responsabilidade na nossa equipa principal”, salientou.



O dirigente máximo dos “encarnados” apresentou o novo técnico, que assinou um compromisso por três épocas, no Museu do clube, numa cerimónia em que falou do passado, mas também no renovar da ambição e naquilo que poderá ser o futuro. “Iniciamos hoje uma nova etapa, com a mesma responsabilidade de sempre: ganhar”, acrescentou Luís Filipe Vieira, salientando “que nunca há um problema suficientemente grande que não resulte numa oportunidade” e que o novo técnico é essa oportunidade.

O presidente do Benfica não esqueceu os últimos seis anos, nos quais o Benfica conquistou três campeonatos sob o comando de Jorge Jesus (que será o treinador do rival Sporting) e agradeceu o que a anterior equipa técnica fez na Luz.

“Devo uma palavra em relação a Jorge Jesus, Raul José, Quaresma e Mário Monteiro. A eles tenho de agradecer tudo o que fizeram pelo Benfica, como tenho a certeza que eles agradecem tudo o que o Benfica fez por eles ao longo dos últimos seis anos”, referiu.



Vieira resumiu que do passado era isso que importava dizer e que é o momento de olhar para o futuro. O líder das “águias” prometeu ao novo técnico que terá os mesmos meios que a anterior equipa técnica teve para que possa corresponder às expetativas. “Há uma garantia que quero deixar, a de que vais ter as mesmas condições que eles tiveram. Vais poder contar com uma equipa competitiva, capaz de dar corpo a todas as nossas expectativas. Queremos o ‘tri’ e a tua ambição. Bem-vindo a casa Rui”, concluiu.


QUE ÉPOCA! #UmaCamisolaVáriasEmoções

Posted by Sport Lisboa e Benfica on Domingo, 14 de Junho de 2015