Última hora

Última hora

Itália: Imigrantes africanos impedidos de ir para França

Mais de uma centena de imigrantes africanos continuam na cidade de Ventimiglia, em Itália. Oriundos, sobretudo da Eritreia e Senegal, esperam que a

Em leitura:

Itália: Imigrantes africanos impedidos de ir para França

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de uma centena de imigrantes africanos continuam na cidade de Ventimiglia, em Itália.

Oriundos, sobretudo da Eritreia e Senegal, esperam que a França abra as fronteiras.

Os imigrantes estão desde sábado naquela cidade italiana e passaram mais uma noite nos diques do passeio marítimo em forma de protesto contra as medidas de Paris.

Mais algumas dezenas de mulheres e crianças estão, ainda, a passar as noites na estação de comboios da cidade.

Esta segunda-feira, na fronteira entre Itália a França, assistiu-se a um reforço do número de agentes. Paris garante que não fechou o espaço Schengen, mas intensificou os controlos para não permitir a passagem dos imigrantes ilegais.

Os imigrantes pedem a abertura das fronteiras argumentando que não pretende ficar em França pois querem reunir-se com familiares que estão em outros países europeus.

O caso da imigração está a provocar conflitos no seio da União Europeia. O governo de Roma pede ajuda e ameaça que “se a Europa não for compreensiva, vai ter de lidar com uma Itália diferente”, pois não aceitam “uma Europa egoísta”, referiu o ministro italiano do interior, Angelino Alfano.