Última hora

Última hora

Ministra francesa do ambiente desculpa-se por apelar ao boicote à Nutella

A Itália mantém-se firme e apoia a Nutella, depois da ministra francesa do Ambiente ter apelado ao boicote à iguaria. A mulher e a filha do

Em leitura:

Ministra francesa do ambiente desculpa-se por apelar ao boicote à Nutella

Tamanho do texto Aa Aa

A Itália mantém-se firme e apoia a Nutella, depois da ministra francesa do Ambiente ter apelado ao boicote à iguaria.

A mulher e a filha do primeiro-ministro, Matteo Renzi, fizeram questão de comer o doce, em público, no “stand” da Ferrero, na Expo de Milão.

O fabricante da Nutella afirma que a sustentabilidade ambiental é uma das preocupações da empresa, sendo reconhecida por isso.

“O que é importante lembrar é que, quando a Ferrero usa óleo de palma nos seus produtos, incluindo na Nutella, fá-lo respeitando o meio ambiente e as populações. Várias ONGs têm-nos elogiado, incluindo a WWF e a Greenpeace, pela veracidade e autenticidade dos nossos compromissos “, assegurou o porta-voz da Ferrero France, Christophe Bordin.

A ministra francesa do ambiente, Ségolène Royal, já se desculpou por ter apelado ao boicote à Nutella, afirmando que contribuía para a desflorestação das zonas tropicais devido ao uso massivo do óleo de palma, um dos principais ingredientes do doce de chocolate.