Última hora

Última hora

Anulação de viagem por razões de segurança

“Se eu cancelar a minha viagem alegando haver uma ameaça à segurança no meu país de destino, posso obter o reembolso? Enquanto consumidor tenho

Em leitura:

Anulação de viagem por razões de segurança

Tamanho do texto Aa Aa

“Se eu cancelar a minha viagem alegando haver uma ameaça à segurança no meu país de destino, posso obter o reembolso? Enquanto consumidor tenho direitos específicos?”

Ewa, Varsóvia

Resposta de William Matgen, do Centro Europeu do Consumidor, da Bélgica:

“Nestas situações, os direitos do consumidor dependem de quem decidiu cancelar a viagem. Muitas vezes são as companhias aéreas ou os operadores turísticos que se adiantam fundamentando-se num parecer do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Nesses casos, a situação do consumidor é confortável já que está protegido pela legislação que garante o reembolso.

A situação do consumidor é muito mais complicada quando os profissionais decidem manter os seus serviços e é o consumidor que decide-se, espontaneamente, cancelar a viagem. Neste caso, não existe cobertura legal.

Se tiver feito um seguro para o cancelamento, deve verificar se ele cobre cancelamentos para causas de instabilidade política. Infelizmente, e muitas vezes, este tipo de seguros exclui este tipo de cancelamento e o consumidor é obrigado a pagar uma taxa que pode ser muito elevada.

No entanto, se o consumidor tiver reservado um pacote de férias, uma viagem que inclui voo e estadia e decidir partir, se alguns dos benefícios não forem cumpridos, no local, ele pode pedir o reembolso.

Aconselhamos, frequentemente, os consumidores que reservaram pacotes de férias a regressar à agência de viagens e pedir, em alternativa, um destino mais seguro, geralmente, as agências de viagens são sensíveis a estas situações.

Se quiser deixar uma questão no Utalk, clique na ligação abaixo